⇒  See the language on the left-hand flag ⇐

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

ONLINE
1






⇒ A FALSA CONFIABILIDADE DO TEXTO DO NT

A FALSA CONFIABILIDADE DO TEXTO DO NOVO TESTAMENTO

O objetivo desse estudo é mostrar que as alegações apologéticas sobre “99% de confiabilidade do texto do NT” são enganosas e que temos razões substanciais para duvidar da integridade do texto do Novo Testamento. 

A supremacia numérica dos manuscritos do Novo Testamento e sua inutilidade prática

Atualmente, possuímos cerca de 5745 manuscritos do Novo Testamento. Esses manuscritos são classificados em quatro grupos: 1) Alexandrino (“Neutro” ou “Egípcio”); 2) Ocidental; 3) Cesariano e; 5) Bizantino (“Maior” ou “sírio”), de acordo com sua forma de texto. 

Desses quatro grupos, o texto denominado “Bizantino” é o mais abrangente: Cerca de 80% para 90% de todos os manuscritos do Novo Testamento grego disponíveis representam o texto bizantino, que constitui o texto “majoritário” (HOLMES, 1983, p. 15).

No entanto, o texto do tipo Bizantino, quase unanimemente é considerado como o pior texto-tipo em relação aos demais textos do Novo Testamento. Somado a isso, o texto do tipo bizantino corresponde aos manuscritos mais tardios que conhecidos, datando de meados da Idade Medieval, a partir do século 9 d.C. 
(Cf: M. W. Holmes, "The 'Majority Text Debate': New Form Of An Old Issue", Themelios, 1983, Volume 8, No. 2, p. 15.; A good critique of "Majority" text theory was made by D. B. Wallace, "The Majority Text Theory: History, Methods, And Critique", in B. D. Ehrman and M. W. Holmes, The Text Of The New Testament In Contemporary Research: Essays On The Status Quaestionis (A Volume In The Honor Of Bruce M. Metzger), 1995). 

Os manuscritos que realmente possuem qualidade correspondem a não mais que 10% de todos os manuscritos existentes. Portanto, os críticos textuais preparam suas edições críticas do Novo Testamento grego com base em manuscritos selecionados, não menos que 5% e não mais que 11%.

A Nestlé-Aland Novum's Testamentum Graece (26a Edição), por exemplo, utiliza 522 manuscritos no total, totalizando apenas 10% de todos os textos; a edição Metzger's é a menor, usa apenas 266 manuscritos, 5% do total, e assim por diante. 

Desse modo, se para que se possa estabelecer uma análise acerca da corruptibilidade e restauração do Novo Testamento, deve-se levar em conta apenas um pouco mais de 10% de todos os manuscritos existentes, segue-se que os demais 90% dos manuscritos existentes não possuem relevante importância para a reconstrução do texto do Novo Testamento, sendo que em sua maioria trazem os mesmos erros e variações dos textos mais antigos, e são tardios demais para que possam corresponder ao texto primitivo

Por isso, Ehrman afirma: 

"Em um momento ou outro, você pode ter ouvido alguém alegando que se pode confiar no Novo Testamento, porque é o mais bem atestado livro do Mundo Antigo, pois se há mais manuscritos do Novo Testamento do que de qualquer outro livro, não devemos ter qualquer dúvida a respeito da veracidade da sua mensagem. Dado o que vimos [...], deve ficar claro o porquê dessa linha de raciocínio ser defeituoso. É verdade, naturalmente, que o Novo Testamento é sobejamente comprovado nos manuscritos produzidos através dos séculos, mas a maioria desses manuscritos foram escritos muitos séculos depois dos originais, e nenhuma deles é perfeitamente precisos. Todos contêm erros - completamente muitos milhares de erros. Não é uma tarefa fácil reconstruir a qualquer palavra original do Novo Testamento". (EHRMAN, Bart D., The New Testament: An Historical Introduction To The Early Christian Writings, 2000, p. 449). 

Portanto, sendo que a maior parte dos 5.745 manuscritos do Novo Testamento são manuscritos ruins e provenientes do 9° século, ficamos com um número bastante reduzido de manuscritos que podem (ou não) trazer luz sobre como era o texto mais primitivo do Novo Testamento.

Veja muito mais: Aqui

“Eu realmente só amo a Deus, na proporção em que amo a pessoa que menos amo” (Dorothy Day) 

Pr Aramisio Borges 

Natural de Goiânia, Go. Mora em SP desde 1983, servo de Deus a serviço de sua obra, Pastor há mais de 35 anos, teólogo, professor de Teologia e psicólogo; é responsável pela  MCDI - Ministério Cristão de Discipulado e Integração e pelo Instituto Exousia. Procura amar a Deus acima de tudo e ao próximo como a si mesmo, ama a família, a obra de Deus, seus amigos, a vida!  Na medida do possível procura ser amigo de todos e na mesma medida, procura ter paz com todos os homens.  Procurando sempre resolver todas as pendências. Tem procurado estar de bem com Deus, consigo mesmo e com o próximo. Tem um grande interesse pelo bem-estar do ser humano, principalmente no que se refere ao seu relacionamento com o Criador. Não é perfeccionista, mas gosta do melhor possível. Não é dogmático, mas gosta de ter uma posição definida em relação aos temas e doutrinas da Bíblia. Não chegou ainda, aonde quer, mas sebe onde deve chegar e esforça-se para isso. Gosta de se relacionar com o ser humano, procurando sempre o melhor nas pessoas, mesmo que possa se surpreender com pior. Sabe que toda pessoa rotulada como ruim tem um lado positivo e toda considerada boa, tem um, pelo ao menos um, aspecto negativo. Assim é com todos. Considera o conhecimento e o envolvimento com a Soberana Graça de Deus como imprescindível para o cristão e entende que, para viver nessa plena graça precisa, antes de tudo, viver no pleno mover do Espirito Santo. E sem essa Graça ninguém seria salvo, pois foi nessa base da graça que Deus, soberanamente, nos elegeu em Cristo antes da fundação do mundo. 

Devocional Diário

NOSSOS ARTIGOS

Iluminação, Comunhão e Unidade

 Conheça Um Pouco Mais Da Graça De Deus

Desventurado Homem que sou!

Tudo Sobre Nosso Pleno e Perfeito Perdão

Aprenda viver bem com Deus e com seus impulsos sexuais

O que é a Graça de Deus?

O que significa a Graça de Deus?

O Evangelho da Graça de Deus

O Significado de "Fim da Lei" em Romanos 10.4

A Maravilhosa Graça de Deus

Em que dia da semana Jesus morreu?

Ef 5.18-21

Duas formas pelas quais poderíamos ser justificados

Definição do Amor

 - Como Você Define o Amor?

 - Uma abordagem diferente do amor

Coisas Oferecidas em Sacrifícios aos Ídolos

Cinco Votos para Obter Poder Espiritual

Cientista prova a Existência de Deus

Batismo e Plenitude do Espírito Santo - Parte  01

O Batismo e a Plenitude do Espírito santo - Parte 02

A agonia de Jesus na Cruz

A Unção Com óleo, hoje

A Terra que estava sem forma e vazia

A Soberania de Deus e Seus Eleitos

A  Soberania de Deus e os porqês sem respostas

A mente de Cristo em Nós

Estudos de Hebreus 6.4-8

Fé Como Um Grão de Mostarda

Mulher Vivendo o Fruto o Espírito

O Consolo de Deus na Hora do Luto

O Fruto do Espírito Santo e o Caráter Cristão

O homem foi criado para viver prazer profundo

O Padrão Bíblico de Avivamento

O Perdão dos Pecados

O que Paulo está falando em Romanos 3.1-8?

O Salvo nunca será Desqualificado

Os deuses Estranhos da Ciência Moderna

Por que não há mais apóstolos hoje?

Precisamos mais do conhecimento do Senhor

Quando tudo na vida se trava

Verdadeiramente Livres para viverem

Todo sucesso na vida cristã começa e depende do Espírito Santo

 O Único Mandamento para nós, Hoje

O Jejum é para os nossos dias?

Seu cérebro tem um botão “delete” capaz de apagar memórias e pensamentos indesejáveis e aqui está como usá-lo >>>Baixar

O que é a verdade?

Tudo Sobre Jesus