⇒  See the language on the left-hand flag ⇐

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

ONLINE
1






Por Que Deixei o Sistema Evangélico?

 

Texto do primeiro Vídeo no Youtube

 Por Que Deixei de Fazer Parte do Sistema Evangélico?

 

Este é o primeiro  de muitos outros artigos que virão sobre o assunto que será abordado aqui... Tenho uma mensagem para compartilhar com vocês... 

 Mas antes de tudo quero escrever algumas coisas com o propósito de identificar-me com os que não me conhecem ainda.

Para os que me conhecem vou começar falando das razões pelas quais aconteceram as profundas mudanças na minha vida, antes que eu comece a comunicar-lhes a mensagem que pretendo dividir convosco.

 Na minha pre-adolescência: fui seminarista católico.... desde muito cedo me sentia um buscador das coisas de Deus... Aos 20 anos, me converti ao cristianismo e fui para um seminário Evangélico... depois, fiz faculdade de teologia, e por último, mais recentemente, psicologia...

 Aos 25 anos, foi ordenado pastor...Pastoreei por 35 anos... Estudava a Bíblia com muito empenho e sede. Li toda a Bíblia mais de 10 vezes e Cheguei ler o NT uma vez por mês e mais de 300 vezes...

 Mas durante todo aquele tempo de estudo e ensinamento da Bíblia e observando a vida dos fiéis, inclusive a minha, nunca percebi uma coerência de vida em harmonia plena com a Bíblia. A mensagem bíblia Sempre pareceu uma utopia.

 Nunca encontrei uma pessoa que vivesse, de fato, o que a Bíblia diz. Me refiro a profundas mudanças internas e duradoras a ponto de viver uma vida abundante conforme Jo 10.10...

 Levei muito a sério os meus 40 anos de igreja. Fiz tudo que era rnecessário com muito zelo... Mas nunca conseguia alcançar aquele nível de vida abundante no sentido prático e em profundidade conforme a Bíblia.

 Quando não se vive o que busca, se acredita e ensina, tudo fica muito cansativo, sem sentido e confuso....

 Durante todo aquele tempo, praticamente não lia nada do que fosse fora da teologia, somente quando fiz os cursos seculares, li outra matérias como psicologia, filosofia. etc.

 Diante de todo esse quadro, que resumi em poucas palavras, comecei a pesquisar, também, fora da esfera teológica, pois até então eu acreditava que a Bíblia era a detentora da verdade absoluta, e por consequência era a única Escritura relevante e confiável quando se tratava de se relacionar com Deus.

 Ainda no seminário surgiu uma questão polêmica sobre a Bíblia e a verdade. Surgiu a pergunta: A Bíblia é ou contem a verdade?  As opiniões se diversificaram entre os alunos. Então fomos a um professor, que por sua vez, deu uma resposta dogmática dizendo: Definitivamente a Bíblia é a Palavra de Deus, e por consequência, a verdade absoluta. 

  E que a Bíblia é inerrante e sem contradição, claro, se ela fosse a Palavra de Deus, no sentido absoluto, não poderia ter nenhum erro ou contradição. Bastaria um erro ou contradição para que o dogmatismo como Palavra de Deus se dissolvesse.

 No entanto, depois de mais de 35 anos, nas minhas pesquisas, descobri que não era bem assim.

 Porem a minha mente, antes da pesquisa fora da teologia dogmática, estava condicionada, desde a minha infância àqueles ensinos dogmáticos e sistemáticos. (É muito difícil acreditar de outra forma quando se tem a mente condicionadas a crenças passadas de geração a geração, há milênios, não importando o ter dessas crenças).

 Como consequência das minhas pesquisas, descobri que há milhares de contradições na Bíblia. Isso me deixou muito assustado, mas tive que admitir porque eram os fatos....

 Então volta a questão: ela não é a verdade absoluta; ela não é a palavra de Deus como se ensina há milhares de anos, Ela contém verdades, apenas contem. (Não estou dizendo isso por rejeitar a Bíblia, não. Nem tampouco para afrontar aqueles que creem na veracidade dela. Creio que ela contém verdades tremendas, mas ela não é e nunca foi a verdade absoluta. Mas Pelo fato dela conter essas verdades, continuo as minhas leituras dela).

 Vou demonstrar isso, não para convencer ninguém. Não tenho necessidade, pretensão e nem o direito de querer convencer alguém. (respeito todas as crenças) o que eu entendo, hoje, será colocado, mas ninguém, é claro, é obrigado a aceitar.

 Fomos ensinados, pelo sistema evangélico, que Deus usou homens santos para compor e preservar o cânon do novo, bem como do AT.

 Aqui quero deixar algumas questões para a nossa reflexão, e no próximo vídeo falaremos sobre elas:

 1 - Quais foram aqueles homens de Deus, usados por ele para compor e preservar o NT?

 2 - Quando o cânon do NT foi composto? E qual o critério usado para selecionar 27 manuscritos dentre  outros 5.745 +/-?

 3 - Quanto tempo se passou entre a morte de Jesus e os primeiros escritos?

 4 - Será que depois de +/- 30 anos os discípulos ainda lembravam de tudo perfeitamente? A maioria deles não sabia nem escrever!

 Outras questões que sempre me intrigaram no AT são:

1 – Por que nos 10 mandamentos, Deus teria dito: Não matarás, e depois ele mesmo mandou eliminar muita gente, até cidade inteira? Inclusive toda a população mundial, com exceção de Noé e sua família!?

2 – Sé Deus é amor, por que, então, ele, dependendo da circunstancia,  mandava matar tanta gente, inclusive inocentes?

 3 – O amor jamais elimina alguém, não importa o que a pessoa faça.

Nas minhas pesquisas, cheguei à conclusão de que o Deus-Jeová do AT, não tem nada a ver com o Deus amoroso, a fonte divina de toda a criação. (sei que isso nos deixa chocados, mas é a realidade).

 Aquele Jeová cheio de ira e vingança do AT é uma invenção do homem e da religião, não tem nada a ver com o Deus que conheço hoje.

Um Deus que ordena a morte de animais inocentes em sacrifícios, criação de suas próprias mãos, para aplacar a sua ira contra o pecador, não pode ser um Deus de amor, nem Deus de verdade.

 Não somente ordenou eliminar animais, mas as crianças inocentes e e velhos indefesos. O Deus que sirvo hoje é o próprio amor e fonte de todo bem.

 Se perguntarmos ao sistema religioso, por que essa discrepância, como já fiz muitas vezes no passado? Responderá da seguinte forma: 

 É porque Deus trata com o homem de acordo com cada dispensação.  Mas isso não é verdade. Deus nunca muda nem a si mesmo e nem suas leis estabelecidas que governam o universo e sua criação. Não muda!  

Texto do segundo vídeo no Youtube 

 No final do vídeo passado, eu disse que falaria sobre aquelas perguntas é o que pretendo fazer agora... não vou entrar em muitos detalhes, mesmo porque postei no site indicado abaixo, muito material para ser examinado. Vou falar dos pontos principais e os detalhes, vc pode confirmar lá.

 1. Quais foram aqueles homens de Deus, usados por ele para compor e preservar o NT?. R. Bom, os homens que escolheram os 27 do NT foram integrantes da cúpula ligados ao sistema da igreja Católica de Roma. Homens que o sistema evangélico está longe de considerá-los santos...Nisso já vemos um enorme contradição e incoerência.

 2. Quando o cânon do NT foi composto? E quais os critérios usados para selecionar 27 manuscritos dentre  outros 5.745 +/-? R. O cânon foi concluído +/- no século V, houve muitos critérios e dois deles foram a preservação da igreja católica e o fortalecimento do Império Romano... Dos 5.745 manuscritos somente 27 foram escolhidos. Só evangelhos, há informação, de que havia mais de 300. 

 3. Quanto tempo se passou entre a morte de Jesus e os primeiros escritos? R. Em se tratando dos evangelhos, 40 anos, mas as epístolas começaram com menos de 20 anos. Muitos livros foram aceitos bem depois, o Apocalipse, por exemplo, foi aceito no cânon, no 5º século +/-. Vários livros não foram escritos pelos nomes indicados como autores... veja o vídeo no site indicado. 

4. Será que depois de +/- 40 anos os discípulos ainda lembravam de tudo perfeitamente?  R. A maioria deles não sabia nem escrever! Não, como os evangelistas teriam condições de lembrar satisfatoriamente de tudo para escrever, depois de 40 anos.

 5. Quanto as contradições tem algumas centenas lá no meu site, está indicado no link abaixo.... 

 Para o bom senso bastaria uma contradição comprovada, para se saber definitivamente que a Bíblia não é a palavra de Deus, como o sistema do cristianismo afirma há mais de dois mil anos. E ela está cheia, de Gênesis  a Apocalipse, de contradições.

 Uma vez que descobri isso, então comecei a buscar de uma forma mais aberta e ampla. Descobri, portanto, que a verdade absoluta não está contida em livros. Podemos ler os livros para a expansão da nossa consciência, mas a verdade da qual precisamos para nos libertar, não está em livro nenhum, nem mesmo na Bíblia.

 Quando fomos criados, pelo nosso criador, Deus, foi colocado no nosso interior a consciência Divina individualizada, e ela está dentro cada ser humano. E através do amor, ao próximo, que está em nossos corações, e de meditação e oração, podemos acessar essa verdade, que verdadeiramente liberta.

 Não devemos aceitar, sem checar, nada que se diz ser verdade, se for oriundo  de experiência humana, livros, vídeos etc., a não ser que seja confirmada pela Fonte Divina do nosso ser. Como já disse, o Criador, a Fonte do nosso ser individualizou em nós a sua Consciência Divina e se ela estiver expandida, nada que não seja plena verdade será aceito por ela. Essa individualização da Consciência Divina em nós pode ser chamada do que você quiser: Alma, Espirito, Eu Superior, Fonte Divina, Consciência Universal, Consciência Divina, Centelha divina,  Luz Divina, Essência Divina do nosso ser ou Deus.

A verdade subjetiva, (pessoal), para ser validada, precisa estar em harmonia com a Verdade objetiva (Universal). Veja esse artigo aqui

Dessa forma fica mais simplificada a noção da interação de Deus conosco e vice versa. Muitos usam outros tipos de abordagens, mas acho que dessa forma fica mais fácil entender. 

 A verdade não é estática, mas muito dinâmica  e versátil. Tudo na criação de Deus evolui e se renova. Como, numa lógica de bom senso poderíamos crer que desde o último livro da Bíblia nada mais foi revelado ao homem!? Há uma verdade universal que se renova dia a dia, de acordo com a compreensão de cada um de nós.

 Muitas das inspirações  alegadas pelos pregadores do Evangelho, nas leituras e preparação de seus sermões, não passam  de conjecturas e imaginação férteis e não tem nada a ver com revelação do texto estático.  Essa revelação até pode acontecer, mas para isso precisamos ter consciência desse mover do eterno no nosso interior, pensar nele no nosso interior e não há milhões de anos luz sentado em um trono em algum lugar do Universo.  

Bom, levando em consideração o que disse e escrevi, de uma forma resumida, e o material que linkei no site, creio que é o bastante  para explicar as razões pelas quais, não faço mais parte do sistema Evangélico. Haveria muita coisa, ainda, para escrever sobre isso, mas não acho necessário.

 Desejo que fique bem claro, que eu não estou rechaçando a Bíblia, não, apenas estou afirmado que ela não é a verdade infalível no sentido absoluto. Ela contem verdades, mas não é “A” verdade absoluta. Ela contem palavras de Deus, mas ela não é “A” Palavra de Deus.

Quem me seguir por aqui, ou no site, verá que sempre estou citando as verdades que estão na Bíblia. O que eu deixei, mesmo, foi o sistema evangélico institucionalizado.

Se alguém tiver alguma pergunta pode fazê-la no comentário abaixo.

Veja esse  artigo aqui

 

                                                                                  ********* 

 

 

 

 

“Eu realmente só amo a Deus, na proporção em que amo a pessoa que menos amo” (Dorothy Day) 

********

Meu Perfil    

Pastor, Teólogo, Psicólogo, Conferencista e
Formação em Coaching (Coach Espiritual).

Sou natural de Goiânia, Go. Moro em SP desde 1983. Formei-me em teologia em Belém do Pará, e depois faculdade de teologia e psicologia em SP.  Pastorei em vários lugares do Brasil: Pará, São Paulo, Brasília, Goiânia, Palmas e São Pulo Novamente.  Sou um buscador contumaz da verdade, nunca me conformei com nada menos que a verdade. Depois de tantos anos pertencendo ao sistema religioso, observando a vida e a mensagem de todos os que, também, fazem parte  do mesmo sistema, tanto leigos quanto clérigo; sempre percebi  que a verdade pregada e vivida era sempre relativa, e não transforma de fato, a ninguém. O novo nascimento que se prega, não é verdadeiro; é um equívoco enorme. Praticamente ninguém nasce de novo, talvez um em um milhão, (não estou julgado), mas foi o que eu sempre vi e vejo. Você não? Seja sincero!  As coisas velhas nunca mudam, pois não há nova criatura. Veja neste site o que penso hoje. Continuo buscado, a jornada é longa e o caminho é infinito. Devemos ser sempre buscadores. Mas para trilhar um caminho é preciso dar o primeiro passo. Só depois de 40 anos tentado enveredar-me por esse infinito caminho da jornada eterna, eu pude dar o  primeiro passo. Quando buscamos a verdade com empenho e vamos descobrindo aos poucos, sofremos muitos impactos. Crenças e paradigmas precisão ser quebrados. E isso custa muito caro para nós. Dogmas e crenças arraigados provocam profundo sofrimento no processo emocional. Por isso a maioria prefere se apegar em suas crenças antigas, sem nunca examiná-las em profundidade, do que ter que romper com elas. Quase sempre essas crenças e dogmas são passados  de geração a geração de milênio a milênio e são aceitos sem questionamento. Jesus disse: "Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará". De que verdade Jesus está falando, você já pensou nisso?  Essa verdade da qual Cristo fala é a verdade pura e cristalina, sem a manipulação do homem. Onde se pode consegui-la? Essa verdade não é encontrada em livros, sejam eles quais forem, nem em dogmas e crenças humanas. Ela só pode ser encontrada no nosso íntimo. O nosso íntimo é um lugar sagrado, onde somente nós e Deus podem acessar. Ninguém pode  invadi-lo para corromper e manipulá-lo, por isso a verdade emana dele  de uma forma plena e confiável.

*************

NOSSOS ARTIGOS

 Leia as Cartas de Cristo

Iluminação, Comunhão e Unidade

◊ Seu cérebro tem um botão “delete” capaz de apagar memórias e pensamentos indesejáveis e aqui está como usá-lo >>>Baixar

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará"

  Jesus Fala do Reino de Deus no Átomo - Física Quântica

 O Processo de Criação da Matéria

 Separação e Integração

◊  A Resposta do Mundo Para nós é o Resultado de Nossa Reação a Ela

◊  O Relacionamento é Um Mistério

◊   O eu no Caminho Infinito – NA PRÁTICA

◊  Vigilância eterna é preço da liberdade

◊  Deixe a verdade ser revelada do interior

◊  Cura e Ensino Andam de Mãos Dadas

◊  Todo problema Tem uma Resposta Específica

◊  Deus fala através da consciência individual

◊  Liberdade Espiritual

◊  Atingir o estado de: Deus é tudo

◊  Verdade Específica é Universalmente Verdadeira

◊  Cumprimento – Realização

◊  Cura Sem Argumento Mental

◊  Dissolução do Sentido Material Destrói Suas Formas

◊  Erro é o sentido Material Aparecendo Como Forma

◊  Atingindo Sucesso na Cura Espiritual

◊  A Crença em Dois Poderes é o Único Mal

◊  O Essencial é o Contato Com Deus

◊  Uma maior atividade do Caminho Infinito

◊  Outros Artigos do Mesmo Autor

 ◊  A Realização de Deus Dissolve o Sentido Material

A Consciência da Presença de Deus Faz Toda a Diferença na Nossa Vida

 Impossível evoluir sem começar pelo autoconhecimento